ARMAÇÃO

Apesar de a TV Globo ter mostrado o contrário, o atacante alvirrubro insiste em dizer que seu gol no clássico foi legal. O técnico Heriberto da Cunha também acha

A tarde de ontem ainda foi de muita polêmica no Náutico. O gol marcado pelo atacante Kuki e invalidado pelo assistente Ubirajara Ferraz, o que foi confirmado pelo árbitro Ricardo Tavares, no clássico de anteontem, nos Aflitos, quando o Sport venceu por 3×0, ainda era o assunto mais discutido. O tema ficou mais quente depois que o tira-teima da TV Globo mostrou o lance com o jogador em posição de impedimento. Kuki estava 85 centímetros à frente do zagueiro Sílvio Criciúma e 57 em relação ao lateral Carlinhos.

A reação de Kuki foi de discordância no que se refere ao tira-teima. “Antes, as televisões mostraram que eu estava em posição normal. Agora, uma mostra que eu estava em impedimento. Tudo é contra o Náutico.”

O atacante também se mostrou preocupado com a ameaça do presidente licenciado, mas em plena atividade, da Federação Pernambucana de Futebol, Carlos Alberto Oliveira, de processá-lo por causa das declarações de que “há uma armação para prejudicar o Náutico.”

“Ele (Carlos Alberto Oliveira) pode fazer o que quiser. Estou tranqüilo. Basta as pessoas analisarem a situação. Ninguém vai me iludir.”

O técnico Heriberto da Cunha também encarou o resultado do tira-teima com ceticismo. “É preciso observar antes o momento em que a bola foi lançada. Kuki, por ser muito rápido, sempre vai chegar na bola primeiro do que os zagueiros.”

DESCRENÇA – As circunstâncias da derrota provocaram uma descrença entre os alvirrubros para o restante do Campeonato Pernambucano. Heriberto da Cunha deixou transparecer que as chances de conquistar o terceiro turno são remotas. “Pelo andar da carruagem, o turno acabou pra gente. O campeonato, do jeito que vai, parece direcionado.”

A diretoria vai se reunir para decidir se coloca um time misto ou não para disputar os restantes dos jogos. O Náutico, apesar da derrota, ainda tem chances de conquistar o turno, pois enfrenta o Sport novamente e também o Santa Cruz e a AGA duas vezes, pelo quadrangular final. “Vamos conversar e tomar uma medida que seja a melhor para o clube”, afirmou o diretor de futebol, Maurício Cardoso.

Hoje pela manhã, Heriberto da Cunha comanda um treino, quando define o time que enfrenta, amanhã, o União São João, nos Aflitos. O goleiro Edervan volta, e o meia Juliano tem a sua escalação assegurada.

Ontem à tarde, nos Aflitos, o júnior do Náutico empatou em 0×0 com o Central, pelo terceiro turno do campeonato da categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


1 + 4 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>