DE OLHO NELES

O Atlético/MG veio ao Recife querendo “cantar de Galo” contra o Náutico, no jogo de hoje à noite, nos Aflitos. Com o jeitinho mineiro, como quem vai “comendo pelas beiradas”, a equipe está disposta a sair na frente na briga por uma vaga para as quartas-de-final da Copa do Brasil, com uma vitória logo no primeiro confronto. Nos quatro jogos anteriores da competição, os mineiros conseguiram quatro vitórias, marcaram dez gols e não sofreram nenhum. O atacante Guilherme marcou metade dos gols do time.

Um dos segredos pode estar no camisa um. O goleiro Velloso defende uma invencibilidade de cinco partidas sem tomar gols. A estatística evidencia a boa performance do goleiro e, ao mesmo tempo, de toda a defesa mineira.

Para completar o otimismo do Atlético/MG, o técnico Celso Roth não tem problemas para definir a equipe. A única dúvida era o lateral-direito Cicinho, que havia sofrido uma entorse no tornozelo direito, no empate (0×0) contra o Santos, pelo Brasileiro. Porém, ele treinou normalmente, ontem, no campo auxiliar da Ilha do Retiro, e já foi liberado pelo Departamento Médico.

A última vez que os times se enfrentaram foi no empate, em 0×0, no Brasileiro de 1994. O Atlético/MG leva vantagem no confronto: são 12 vitórias do Galo, cinco do Timbu e quatro empates.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


3 + 8 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>