EXPULSÃO

Ontem, o técnico do Náutico Heriberto da Cunha teve que fazer uso da sua autoridade para manter o jogador Marcos Lucas sob controle. Durante o treino, o lateral-esquerdo decidiu não acatar a uma ordem, peitou o comandante timbu e acabou sendo expulso já no fim do coletivo preparativo para o jogo de amanhã, contra o Londrina/PR, nos Aflitos.

“O atleta estava achando que só deveria atacar. Avisei que também era importante voltar para ajudar o setor defensivo na marcação. Durante todo o treino, o Marcos Lucas também ficou discutindo com Adilson por causa de posicionamento”, disse o treinador, completando que esta situação é normal quando se quer mostrar serviço.

Além de Heriberto, o resto do elenco também pediu mais tranqüilidade. “A situação se tornou importante porque não fui só eu quem chamou sua atenção para que se acalmasse e sim o grupo todo. Quando se está com muita vontade de jogar é natural o nervosismo. E isso faz o atleta perder a cabeça algumas vezes.”, explicou o treinador.

Depois de toda a confusão, o lateral acabou se desculpando com o técnico e com o resto do time, no centro do gramado. Mesmo estando mais calmo, Marcos Lucas preferiu não falar com a imprensa para dar a sua versão da história e passou direto para os vestiários alvirrubros.

Heriberto destacou ainda que chamar a atenção dos jogadores para as suas ordens de uma forma mais ríspida é realmente necessário. “Você não pode passar as suas idéias pedindo ‘por gentileza’ ou ‘com licença’. Temos que nos comunicar usando o próprio linguajar dos atletas. Isso é normal no meio do futebol”.

A discussão entre jogador e treinador não tomou maiores proporções, já que Heriberto da Cunha confirmou o atleta como titular na lateral-esquerda para o jogo de amanhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


8 + 6 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>