PERNAMBUCANO

Náutico e Português fazem, amanhã, às 20h20, na quadra do clube luso, a partida que apontará o vencedor do segundo turno do Campeonato Pernambucano de Handebol Adulto Masculino. O time alvirrubro tem toda a vantagem e só precisa de um empate para sair da quadra como o campeão de 2003, já que venceu o primeiro turno. O favoritismo é um fato novo para a equipe dos Aflitos, que há muitos anos não conseguia chegar a uma final na categoria.

“Essa equipe é uma mescla do time júnior, que foi campeão no ano passado, com outros integrantes do adulto, além de quatro jogadores que vieram do Sport”, explicou o diretor de handebol do Náutico e jogador, Ronaldo Lemos. “O resultado é fruto do trabalho que iniciamos no começo do ano, para o Campeonato Brasileiro, no qual terminamos com a terceira colocação”, salientou.

Outro ponto tido por Ronaldo como tendo sido fundamental para o crescente rendimento dos timbus foi a evolução dos atletas vindos da categoria júnior. “São três jogadores – Victor, Eduardo e Cristiano – de fundamental importância e que mostraram grande evolução ao longo do campeonato”, afirmou, lembrando que Cristiano foi eleito o melhor jogador do Campeonato Brasileiro.

CRISE – Apesar de haver um quadro positivo no adulto, o Náutico passa por uma crise interna no handebol. Mesmo com o campeonato júnior feminino praticamente ganho, o Alvirrubro afastou-se. “Além do júnior feminino, o Náutico retirou da competição a equipe masculina e as duas do cadete”, afirmou o presidente da Federação Pernambucana de Handebol, Vinícius Macieira.

Segundo Vinícius, o problema teria surgido com a saída do então técnico Diniz. “Muitas jogadoras disseram que só continuariam se o técnico fosse Diniz, mas a direção do Náutico o dispensou.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


7 + = 15

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>