SÉRIE B

Time alvirrubro ficou por duas vezes em desvantagem no placar, mas seu artilheiro incomodou a defesa adversária e de tanto insistir levou o bicampeão pernambucano ao empate

Com dois gols de Kuki, o Náutico conseguiu um bom empate por 2×2 com o Paulista, ontem à noite, no Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí/SP. O time pernambucano chegou a ficar atrás do placar em dois momentos, mas na base da vontade e aplicação evitou a derrota. Com o resultado, o Náutico passou a somar 12 pontos e está na terceira colocação da Série B.

O Náutico começou bem o primeiro tempo. Mas foi o time da casa que teve a primeira oportunidade. O meia Canindé sofreu e ele mesmo cobrou mandando a bola no travessão do goleiro Edervan, aos três minutos. A equipe pernambucana não se intimidou e respondeu aos seis minutos, mas Jean Carlos finalizou fraco em cima de Buzzeto. Depois, aos 12, Kuki chutou cruzado para fora uma boa chance.

Com o passar do tempo, o Náutico passou a errar demais nos passes. Os meias Yan e Jean Carlos pouco criavam, enquanto Wílson Surubim não conseguia marcar bem e sair jogando. Assim, Kuki e Jorge Henrique ficaram isolados na frente.

O Paulista também mostrava um futebol pouco criativo. Mas tinha no meia Canindé o jogador mais inspirado. Dessa forma, aos 18 minutos, Amaral lançou o zagueiro Danilo, que penetrou livre, driblou Edervan e tocou para fazer 1×0.

A equipe da casa ainda criou outras chances. Como aos 27, quando Canindé bateu forte e Edervan fez uma grande defesa. A melhor oportunidade do Náutico veio um minuto depois. Jorge Henrique lançou Kuki. O atacante penetrou em velocidade, driblou o volante Alemão e mandou por cima do travessão. Mas o Paulista ainda teve outra condição para aumentar o placar. O atacante Izaías entrou sem marcação e tocou na saída de Edervan, mas o zagueiro Bruno salvou em cima da linha de gol.

No segundo tempo, o Náutico apertou a marcação e passou a pressionar o Paulista. Logo aos nove minutos, Kuki finalizou duas vezes para fora. Já os donos da casa só tentavam os contra-ataques. Melhor em campo, os pernambucanos chegaram ao empate aos 26 minutos. Kuki sofreu falta e ele bateu para empatar. A bola foi desviada por Marcos Lucas, mas o árbitro deu o gol para o atacante.

O Paulista reagiu e chegou ao segundo gol. Aos 36, o lateral Luís Paulo cruzou e Izaías, livre, tocou para o fundo das redes de Edervan. Mas Kuki, sempre ele, acertou um chute de longe no ângulo esquerdo do goleiro Buzzeto e garantiu o empate para o Náutico.

Campeoanto Brasileiro Série-B 2003

Paulista: Buzzeto, Luís Paulo, Danilo, Asprilla e Julinho, Alemão, Ivan Rocha, Amaral e Canindé (Márcio), Izaías e Luís Gustavo (Davi). Técnico: Zetti.

Náutico: Edervan, Marco Aurélio, Bruno, Sílvio e Marcos Lucas, Sérgio Soares, Wílson Surubim, Yan (Perdigão) e Jean Carlos (Juliano), Jorge Henrique (Júnior Ferrim) e Kuki. Técnico: Heriberto da Cunha.

Local: Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí.
Horário: 20h30.
Árbitro: Luiz Carlos Selva (MG).
Assistentes: Romualdo Mariel (MG) e Luís Qurino da Costa (SP)..
Gols: Danilo, aos 18 do 1º tempo, Kuki, aos 26, Izaías, aos 36 , Kuki, aos 38 do 2º.
Cartões amarelos: Marco Aurélio, Kuki, Sérgio Soares, Amaral, Luís Paulo.
Público e Renda: Não divulgados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


5 + 6 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>