SÉRIE B

O time alvirrubro ocupa a segunda posição, com 15 pontos, e pode chegar aos 18, enquanto o União São João está na lanterninha, com zero ponto

Com 100% de aproveitamento atuando, nos Aflitos – venceu todos os seus jogos –, o Náutico está consciente de que a partida de hoje às 20h30, novamente em casa, contra o União São João, de Araras/SP, vale a liderança da Série B. O Alvirrubro ocupa a segunda colocação, com 15 pontos, e pode chegar aos 18, o adversário faz péssima campanha e está na lanterninha, com zero ponto e oito derrotas em oito jogos.

O técnico Heriberto da Cunha não leva em consideração a má performance do União. Segundo ele, o Náutico não pode achar que a partida será fácil. “Uma equipe na situação do União é sempre perigosa. Os jogadores querem inverter o quadro. Além disso, devem vir motivados, com a chegada de um novo treinador (Roberto Cavalo)”, afirmou.

A derrota para o Sport por 3×0, terça-feira, pelo Campeonato Pernambucano, já é um assunto esquecido. O treinador garante que os jogadores estão concentrados na partida contra o União e sabem que será importante apresentar um bom futebol. “O time jogou bem diante do Sport e o placar não diz o que foi o jogo. Contra o União vamos manter a mesma determinação e acima de tudo fazer uma boa marcação e usar de velocidade no ataque.”

O treinador não pôde antecipar a definição do time. O volante Sérgio Soares e o meia Juliano se queixaram de dores musculares e foram poupados do treinamento de ontem pela manhã, nos Aflitos. Além disso, o treinador continua sem o atacante Jorge Henrique, que se recupera de uma lesão.

Caso Sérgio Soares e Juliano não possam jogar, o volante Pires e o meia Perdigão são as opções. Ele ainda pode adiantar Jean Carlos para o ataque ao lado de Kuki ou escalar Júnior Ferrim, mantendo Jean no meio-de-campo.

Sérgio Soares disse que preferiu ser poupado do treino para evitar um problema mais grave. “Acredito que terei tempo de me recuperar das dores. O mais importante é o grupo. O Náutico é hoje um elenco com bons jogadores. Por isso, caso não possa jogar o companheiro que entrar vai fazer o melhor.”

O meia Juliano, que pela primeira vez iria começar um jogo como titular do Náutico, também está otimista em relação à sua recuperação. “Estou fazendo tratamento intensivo. Estou com muita vontade de entrar neste jogo. Será uma partida difícil. Não podemos nos iludir com a má campanha do União. É preciso ter o máximo de cuidado.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


+ 3 = 11

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>