Entre times e vitórias

Por: José Gomes Neto

O Náutico parece ter encontrado o caminho das vitórias neste início de Pernambucano. Após vencer o Clássico das Emoções, nos Aflitos (onde detém 100% de aproveitamento), conquistou agora os primeiros três pontos fora do Eládio de Barros Carvalho. A terceira vitória seguida dá mais confiança ao grupo de jogadores e ao próprio técnico Guilherme Macuglia, que ainda amarga o fato de ter que colocar em campo, praticamente, uma equipe por partida.

Este desafio extra imposto ao treinador alvirrubro vem demonstrando que os jogadores têm qualidade, e ele também está em sintonia com o que é necessário para vencer. Nunca é demais destacar que os jogadores estreantes têm ajudado ao time com gols, como foram os casos de Itamar e Dantas.

Mesmo que seja ainda sem convencer. Não assisti ao jogo contra o Araripina, nem muito menos ouvi, mas o que importa neste começo é o resultado positivo. O time base sequer existe, mas já é possível observar o nível de competitividade dos atletas que foram contratados para defender o Timbu na temporada.

Não quero, e nem devo, me precipitar em tirar conclusões. Se o próprio técnico ainda não pôde definir quem são os seus 11 titulares, então é necessário aguardar mais quatro rodadas. Ao menos pra mim. Até lá, o entrosamento deve começar a ocorrer e, melhor ainda, o ritmo de jogo fará com que o Náutico consiga um padrão regular e mais competitivo.

Porém, ao torcedor, o resultado é mais do que importante. A cada rodada do Estadual, o Timbu tem crescido na tabela. No momento, ocupa a segunda colocação e pode pensar na liderança a partir desta sétima partida. O líder Sport chegou a abrir seis pontos de vantagem sobre o Náutico, mas agora esta diferença é de apenas um ponto.

Se ganhar da Cabense nesta quarta-feira (3), no Gileno de Carli, o Náutico estará credenciado a liderar pela primeira vez a competição. Para isto, é claro, o Leão terá que não vencer o Clássico das Multidões, no Arruda, diante do Santa Cruz. Independente do choque entre os rivais, o Timbu precisa manter a boa fase e igualar a sequência de vitórias obtidas até aqui pelo time da Ilha do Retiro: quatro – que por sinal não emplaca a duas rodadas.

Pois é, para quem achava que o campeonato já estava decidido e que seria fácil, extremamente fácil para o atual campeão pernambucano, nada como uma rodada após outra. E ainda iremos completar o primeiro terço da competição. Sem dúvida, não faltará emoções, reviravoltas e surpresas para esta edição do estadual.

Tenho dito.

Saudações alvirrubras!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


2 + = 8

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>