O dia de São Eduardo

JOGOS HISTÓRICOS

Santos 0×0 Náutico

Brasileirão 07/12/2008

“O dia de São Eduardo”!

O Náutico chegava no último jogo precisando de um empate para não ser rebaixado. Jogo dificílimo contra o Santos, na Vila Belmiro.

Poucos acreditavam no “milagre”! O Santos jogava pela vitória para disputar a Copa Sulamericana, e além disso, o aproveitamento do Náutico fora dos Aflitos era sofrível.

O negócio então foi acender muitas velas, fazer figas e rezar, mas rezar muito!

Chegava o dia D! O domingo 07 de dezembro seria para o Náutico o dia da agonia ou do êxtase.

Uma vitória nos levaria para a Sulamericana. Caso desse empate nos manteríamos na série A para 2009. Mas em caso de derrota, aí era “segunda sem primeira”!

O nome do jogo foi o goleiro Eduardo. O mesmo da campanha de acesso em 2006, e da brilhante campanha de reação no meio do brasileirão de 2007.

Se goleiro bom tem que sorte, nesse dia, Eduardo provou que era o melhor goleiro em atividade no futebol brasileiro.

Logo nos primeiros minutos de jogo deu para ver o quanto de sofrimento viria pela frente. Mais parecia uma “zorra”! Só dava Santos. Aliás, só dava Santos e Eduardo. O nosso goleiro estava de “corpo fechado”.

Eduardo pegou tudo, e mais um pouquinho. Foram defesas impressionantes, algumas chamadas de “impossíveis”, outras de puro reflexo.

Eduardo estava compenetrado no jogo. Sabia de sua responsabilidade. Dias antes ele havia me confidenciado: ” Doutor, domingo a gente não leva gol”!

O juiz ainda deu mais cinco minutos de acréscimos. 90 minutos de angústia e sofrimento já tinham sido demais. Entreguei a Deus o destino do Timba.

A Deus e a São Eduardo.
E foi nos acréscimos que ele terminou sendo canonizado. Eduardo ainda chegou a fazer pelo menos mais duas defesas fantásticas.

Após o apito final ele ajoelhou-se no gramado, levantou as mãos para o céu, agradeceu a Deus pela luz divina recebida naquela tarde, e chorou. Um milagre havia acontecido.

O dia 7 de dezembro ficou conhecido como “o dia de São Eduardo

Por: Carlos Henrique

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


2 + = 4

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>