Projeto de Requalificação do Estádio Eládio de Barros Carvalho, do Clube Náutico Capibaribe

O projeto em questão tem sido visto como símbolo maior da reconstrução do Clube, neste que parece ser o pior momento de sua história.

Após o grande equívoco estratégico representado pela opção em jogar na chamada Arena Pernambuco (2013), onde as médias de público despencaram e os resultados em campo foram pífios, surgiu o movimento “volta para casa”. E este projeto é justamente o resultado deste movimento que atende aos anseios da grande maioria da torcida do Náutico.

O projeto visa adequar o antigo estádio aos padrões de conforto e segurança contemporâneos de arenas esportivas, mas sem que este perca sua essência: de estádio – caldeirão, localizado no meio da cidade.

A proposta se baseia na premissa de que o estádio deve ser reestruturado para garantir mais recursos para o clube. Para tal, nos apoiamos não apenas na paixão da torcida e nas altas médias de público (12.800, entre 2004 / 2013), mas no alto consumo de bebidas observado em diversas pesquisas de mercado.

Nos apoiamos também em estudos recentes, que demonstram um aumento no chamado “matchday revenue” de clubes, no Brasil e no mundo, a partir da modernização dos estádios.

Sendo assim, serão construídos novos bares e lanchonetes, apoiados por cozinha industrial. Alguns desses bares ficarão abertos 7 dias na semana, notadamente aqueles voltados para a Rua Manoel de Carvalho. Nesta via serão construídos também 4 lojas destinadas ao comercio de bairro, com amplas calçadas e iluminação de pedestres, em benefício da população local.


Os banheiros serão novos e adequadamente dimensionados para o público. Os vestiários serão totalmente reformados para o padrão de novos estádios de futebol.

Haverá também novo auditório para entrevistas coletivas, zona mista para entrevista individual e novos acessos ao campo de jogo.

Haverá novo piso externo, seguindo o padrão de acessibilidade universal, e novos acessos ao estádio dimensionados corretamente e de acordo com o padrão de segurança vigente.

Por: Múcio Jucá / Renato Feitosa

4 respostas a Projeto de Requalificação do Estádio Eládio de Barros Carvalho, do Clube Náutico Capibaribe

  1. Luiz Antonio disse:

    Não sei porque quando estamos constrindo alguma coisa sempre aparecem aqueles que são contrários a tudo. O mundo está cheio de gente assim, de mente tacanha, inconformada, negativismo raivoso comp se tivesse sobre si a responsabilidade de fazer aquilo que é contra a sua vontade.
    Esse projeto não tem identidade, pertence apenas e exclusivamente a TODOS OS ALBIRRUBROS, estando aberta a adesão àqueles que nasceram, são e serão sempre NAITICO em suas vidas.
    Quem não acredita, mesmo que se diga timbu, fiquem de fora, no mímimo ppr educaçãp e respeito por aqueles que querem fazer alguma coisa pelo clube para vê-lo soerguer.
    Se alguém por acaso sofre por causa de algum transtorno psicologico como pessimismo, fraquesa mental, incapacidade produtiva, força motivacional, inveja, não consegue valorizar nada que outros façam por não foi capaz de fazer, não tem ideias, não se preocupe, junte aos verdadeiros alvirrubros, porque assim como foram capazes de realizar esse projeto de requalificação do Aflitos e fazê-lo reviver, devem ter um projeto para melhorar a sua vida.

  2. Juvenal Juventino disse:

    Como Arquiteto eu imaginava usar as estruturas da arquibancada para uma galeria, mas vejo agora o projeto e foi contemplado com lojas, 4, para comercio diversos, ótimo e uma velha expectativa dos alvirrubros, um, choparia, lanchonete, bar, nosso moderno e aberto ao publico 7 dias da semana. Estou satisfeito com este projeto que deixou de lado o infeliz projeto do próprio Jucá da primeira reforma que usava linhas retrô. A reforma tem que seguir o nosso tempo, moderno e bonito. Só não identifiquei a imagem em preto, noturna, onde fica aquela parte do estádio?.

  3. alexandre maia brandao disse:

    amigos este vídeo parece de 2 meses atras , não mudou nada , continuam mentindo não vão abrir em abril , falta muita coisa , só perua, o torcedor não é bobo , mudam as moscas , mais a merda é a mesma , NÁUTICO SEMPRE.

  4. fabio lima disse:

    Nossa casa,de onde nunca deveríamos ter saído
    sempre soube que voltaríamos,pois e tradição
    no nosso estado cada clube ter seu estádio.
    o Nautico so serviu para ser roubado por Eduardo campos e a corja de diretores da epo
    ca,pois queriam arrendar nosso estádio.
    estádio dos aflitos,onde os adversários temem
    o Nautico;nossa casa vai ficar linda.
    Agora,todos os que bradavam aos quatro ventos
    que a arena era nossa,enfiem o rabo entre as
    pernas seus otarios e vaciloes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


8 − 1 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>