Após lesões, Náutico deve aumentar número de reforços, mas descarta grife

Após lesões, Náutico deve aumentar número de reforços, mas descarta grife
Timbu busca mais um lateral-esquerdo e procura jogador para suprir ausência de Jorge Henrique, que está machucado – mas sem o peso do atacante

O Náutico sofreu perdas importantes no elenco que precisará repor. Com Assis e Jorge Henrique fora da Série C, a tendência é que o clube aumente o número de contratações previstas. Sem, no entanto, extrapolar o limite financeiro – e, provavelmente, sem nenhum nome de impacto. O vice-presidente Diógenes Braga praticamente descartou a chegada de um jogador “com grife” para repor a saída de Jorge Henrique.

O dirigente explicou as razões para isso.

- A contratação de Jorge Henrique foi técnica, mas foi além disso. Ela envolvia a questão de marketing por ele voltar para casa, o Náutico também. A contratação não se restringiu apenas às questões técnicas. É possível que a gente busque uma reposição para as características. Mas, sinceramente, buscar um jogador que tenha o quilate, que seja impactante, não creio que seja possível. Afora a questão financeira, todos os campeonatos estão acontecendo. A disponibilidade desse tipo de jogador para vir jogar a Série C é bem baixa.

Segundo Diógenes, a direção e a comissão se reunirão para avaliar – peça por peça – o elenco e retraçar a necessidade de contratações para a Série C.

“Com a lesão dos jogadores, a gente marcou que teríamos uma conversa para repassar todo o elenco. Ao passo que a gente está perdendo jogadores, outros vêm recuperando, ganhando espaço. Aí as avaliações vão mudar um pouco”, disse Diógenes.
O dirigente também delimitou até onde o Timbu poderá ir na busca por reforços.

- Tem limitação financeira e limitação de inscrições. Vamos repassar todo o elenco. Gilmar (Dal Pozzo, treinador) tem todo o elenco na mão, já conhece os jogadores. Vamos buscar contratações, sim, evidente, mas com todas as precauções, com respeito à limitação financeira.

Na noite desta segunda-feira, o Náutico anunciou a contratação do lateral-esquerdo Wilian Simões, de 31 anos, que estava no futebol paranaense. Ainda assim, é esperada a chegada de outro atleta para a posição.

Matéria: https://globoesporte.globo.com/pe/futebol/times/nautico/noticia/apos-lesoes-nautico-deve-aumentar-numero-de-reforcos-mas-descarta-grife.ghtml
Por: Rômulo Alcoforado /Globo Esporte Recife
Foto: Léo Lemos/Comunicação Náutico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


7 + 8 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>