ELENCO

Márcio Goiano ressalta desejo de crescer do grupo do Náutico após vitória em semi
Segundo treinador, na vitória contra Afogados e na sequência recente de 17 jogos sem perder, grupo alvirrubro mostra personalidade e atitude

Segundo o treinador do Náutico, Márcio Goiano, a parte tática e técnica não foi o mais importante na vitória da equipe sobre o Afogados, nesta quarta-feira, nos Aflitos, que garantiu o time na final do Pernambucano. Na visão dele, o ponto-chave do Timbu é a entrega dos jogadores do começo ao fim das partidas.

“Foi a vitória do trabalho, humildade, respeito ao adversário. No início do ano, conversei com eles. Não começamos bem as competições. Eu disse: “Vocês têm que me mostrar aonde querem chegar”. Hoje eles mostraram que queriam chegar à final”, disse Márcio Goiano.

O treinador ressaltou a dificuldade do jogo, sobretudo pelo regulamento – já que a semifinal é decidida em apenas uma partida.

- Como diz o (ex-técnico) Muricy Ramalho, estudar o adversário é só 25%. O resto é dentro de campo. No começo conseguimos um bom volume, criamos chances, mas não fizemos o gol. O jogo ficou um pouco tenso. Mas o time não perdeu o equilíbrio. Numa partida como essa, você tem que ser decisivo, dar o máximo. É um jogo só. Não pode vacilar.

Agora, o Timbu espera o vencedor de Sport x Salgueiro, que atuam no próximo domingo. Quem vencer é o rival do Náutico na final do campeonato (decidido em dois jogos, ao contrário das quartas e das semis).

Tudo do Náutico em Vídeos: www.tv.nauticonet.com.br

Matéria: https://globoesporte.globo.com/pe/futebol/times/nautico/noticia/marcio-goiano-ressalta-desejo-de-crescer-do-grupo-do-nautico-apos-vitoria-em-semi.ghtml
Por: Rômulo Alcoforado/Globo Esporte Recife
Foto: Léo Lemos/Comunicação Náutico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


5 + 5 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>