ESCALAÇÃO

Náutico tem duas opções de escalação para enfrentar Globo-RN; confira
Segundo técnico Gilmar Dal Pozzo, Náutico tem duas alternativas para sábado: uma com Rafael Oliveira, mais ofensiva, outra com Danilo Pires, menos ousada

O Náutico não está definido para o jogo do próximo sábado, contra o Globo-RN, nos Aflitos, pela sexta rodada da Série C. Há uma dúvida na cabeça do técnico Gilmar Dal Pozzo. Dependendo de sua decisão, o Timbu pode ter uma formação mais ofensiva ou mais segura para a partida.

O técnico pensa em duas alternativas: numa delas, o centroavante Rafael Oliveira começa como titular. Na outra, é o volante Danilo Pires quem inicia. Todos os outros titulares já estão definidos.

Assim, a escalação do Náutico será a seguinte, com a dúvida entre parênteses: Bruno; André Krobel, Camutanga, Suéliton e Assis; Josa, Luiz Henrique e Danilo Pires (Rafael Oliveira); Fábio Matos, Thiago e Wallace Pernambucano.

Confira, abaixo, como será desenhado o Náutico em cada um dos casos

Opção 1: Rafael Oliveira de titular
A julgar pelos indícios dados pelo treinador, na entrevista desta sexta-feira, é a opção mais provável. Para encaixar Rafael Oliveira, Dal Pozzo precisará fazer dois ajustes: recuar Wallace Pernambucano para ser meia e trazer Luiz Henrique para jogar ao lado de Josa.

Nesse esquema, Rafael Oliveira seria a referência no ataque, Wallace operaria como meia – como jogou durante boa parte da carreira. Luiz Henrique voltaria para atuar como volante, pelo lado direito.

De certo modo, é semelhante a como o time jogou contra o Campinense, na estreia de Gilmar Dal Pozzo, pela seletiva da Copa do Nordeste de 2020.

Opção 2 – Danilo Pires como titular
Neste cenário, Dal Pozzo usaria Danilo Pires no lugar de Rafael Oliveira. Assim, Wallace Pernambucano seguiria como centroavante – e caberia a Luiz Henrique ser o meio-campista mais avançado na faixa central. No lado direito dele, Thiago cairia pela ponta. No esquerdo, Fábio Matos

Atrás deles, dois volantes: Josa e Danilo Pires. Cada um com a função de subir ao ataque quando a bola estivesse pelo seu lado. Josa encosta no setor esquerdo, formando triângulo com Fábio Matos e Assis.

Danilo faz o mesmo quando a bola sobe pelo lado direito, compondo com André Krobel e Thiago.

Essa situação exige uma coordenação entre os dois volantes, já que, quando um sobe ao ataque, o outro precisa ficar para dar o suporte ao setor defensivo, em caso de contra-ataque.

Matéria: https://globoesporte.globo.com/pe/futebol/times/nautico/noticia/nautico-tem-duas-opcoes-de-escalacao-para-enfrentar-globo-rn-confira.ghtml
Por: Rômulo Alcoforado /Globo Esporte Recife
Foto: Léo Lemos/Comunicação Náutico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


9 + = 13

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>