Bita

Sílvio Lasso Lassalvia, o Bita, ex-centroavante do Náutico de Recife, Santa Cruz-PE e do Nacional (URU), faleceu em 27 de outubro de 1992, em Recife – onde nasceu em 11 de agosto de 1942. Tinha portanto, apenas 50 anos.

Conhecido como “Garoto de Ouro” e “Homem do Rifle”, Bita foi um artilheiro técnico e raçudo, fazendo história no futebol pernambucano.

Foi campeão de Pernambuco com o Náutico em 63, 64, 65, 66, 67 e 68. Pelo rival Santa, conquistou os estaduais de 69, 70, 71 e 72.

Sagrou-se artilheiro máximo dos campeonatos de 64 (24 gols), 65 (22) e 66 (20).

Bita era irmão do ponta-direita Nado, que igualmente brilhou no Náutico do técnico Duque. Em 66, Nado foi para o Vasco da Gama e foi um dos 46 jogadores que Vicente Feola convocou para preparar nossa Seleção para a Copa da Inglaterra.

Nado, assim como Paulo Borges, foi cortado. Nossa Seleção foi um fiasco no Mundial de 1966.

Os comentários estão encerrados.