Duque

David Ferreira, o Duque, ex-zagueiro e vitorioso técnico do Fluminense, em 1973, e do Náutico de Recife, na metade dos anos 60, mora no Rio de Janeiro (RJ) e não está aposentado. “Alguns técnicos espalharam que eu tinha morrido para que eu não concorresse com eles no futebol do Oriente Médio, onde fiz muito sucesso”, reclama o também ex-técnico do Corinthians, em 1976. “Foi quando houve a célebre invasão do Maracanã e eu era o treinador corintiano”, lembra o famoso Duque.

O Corinthians empatou por 1 a 1 com o Flu no dia 5 de dezembro e a Fiel ocupou 70% do maior estádio do mundo. O Corinthians jogou naquele dia com: Tobias; Zé Maria, Moisés, Zé Eduardo e Wladimir; Ruço (autor do único gol corintiano), Basílio e Neca; Vaguinho, Geraldão e Romeu. Pintinho fez 1 a 0 para o Flu. E Ruço, após escanteio, fez de meia bicicleta. Nos pênaltis, no alagado Maracanã, Tobias foi o herói e o Corinthians venceu por 4 a 1 (o último pênalti batido por Zé Maria). O Corinthians foi para a final contra o fortíssimo Internacional e perdeu por 2 a 0, gols de Dadá Maravilha e Valdomiro.

David Ferreira, o Duque, também se considera técnico campeão paulista de 1977, porque foi substituído por Oswaldo Brandão com a competição em andamento. Mas o seu maior orgulho é ter montado o melhor Clube Náutico Capiberibe de todos os tempos, nos meados dos anos 60. O time formado por Lula (jogou no Corinthians); Gena, Mauro e Fraga; Salomão e Ivan (ou Zé Carlos); Nado, Bita (o “Homem do Rifle”, já falecido e irmão de Nado, também ex-Vasco e um dos 47 de Feola para a Copa da Inglaterra), Nino e Lála, jamais será esquecido pelo fanático torcedor do centenário time timbu.

Duque também trabalhou no Oriente Médio, onde foi um dos grandes treinadores brasileiros a vencer lá. Ele reclama muito porque não teve mais chances no Oriente Médio, mesmo depois de ter aberto as portas para vários técnicos brasileiros.

Bita, o camisa 9 preferido de Duque, era chamado de “O Homem do Rifle”, em alusão a um seriado de faroeste que passava na TV Tupi na época e pelos gols que fazia.

Os comentários estão encerrados.