ENTREVISTA

Entre os companheiros de clube, Eduardo Ramos é considerado uma peça fundamental para o esquema de Waldemar Lemos. Fora dele, o maestro do Náutico vive um verdadeiro caso de amor e ódio com a torcida. Responsável por arma as principais jogadas do ataque alvirrubro, o camisa 10 é endeusado nas vitórias e vira alvo de todas as críticas a cada insucesso.

Se o Náutico vence, sua arrancada e seus passes precisos viram assunto entre os alvirrubros. Mas se o resultado não é favorável, o seu estilo de jogo lhe rende a alcunha de preguiçoso. Não bastasse isso, o atleta ainda é cobrando por um suposto apreço pela noite e por ter se envolvido em confusões como uma suposta tentativa de suborno envolvendo o ex-clube e rival timbu, o Sport.

Para conhecer um pouco mais de um dos principais jogadores do Náutico, a equipe do GLOBOESPORTE.COM/PE foi à casa de Eduardo Ramos para um bate-papo. Durante a conversa, Ele falou da vida pessoal, mostrou arrependimento por queimar um boné da torcida do Sport e revelou que exagerou nas baladas ao se divorciar de sua esposa Sarah, em 2010.

Aos 26 anos e após ter feito as pazes com a esposa, Eduardo Ramos vive outra fase. Mais centrado, o jogador passou a prestigiar a vida em família. Sempre ao lado de Sarah e recebendo a “marcação” implacável de cadela Sassá, o jogador garante: “Faz mais de ano que vivo para minha família e minha esposa”.
É muito comum jogadores de futebol virem de famílias pobres e com uma história de superação. Porém, no seu caso, a situação não é bem essa. Como foi a sua infância lá em Goiás?

- Olha, minha infância foi muito boa e eu não tenho o que reclamar. Não éramos ricos, mas também não passei necessidade. Sempre fiz o que queria fazer e me diverti bastante. Só teve um momento complicado, porque eu morava no interior e tive que ir para as categorias de base do Goiás aos 13 anos, aí foi um pouco complicado.

Aos 13 anos você já estava nas categorias de base do Goiás e morava longe da família, quando você tomou a decisão de ser jogador de futebol?

- Sempre gostei de jogar bola. Desde moleque o futebol era minha paixão, tanto que eu não gostava de estudar. Aí, quando eu fui chegando perto do juvenil tive que decidir o que eu queria ser. Já não gostava de estudar e quando meu pai pediu para escolher não tive dúvida.

E sua mãe, ela aceitou o fato de você largar a escola?

- Ela só ia para a escola para buscar advertência, o sonho dela era que eu me formasse, mas não deu. Acabei o ensino médio e não queria mais nada. Mas minha irmã vai se formar para dar esse orgulho para ela. Não teve jeito comigo.

Como foi chegar a um clube grande como o Goiás aos 13 anos sabendo que era a oportunidade da sua vida?

- Olha, ainda bem que sempre fui abençoado nas divisões de base e sempre era chamado para atuar em uma categoria na frente. Trabalhava certinho e conseguia me destacar. Também sempre fui muito calmo, e isso ajudou.

Em seu currículo estão Corinthians, Grêmio, Goiás, Sport, Náutico e uma passagem pelo São Caetano e pela Grécia. Em sua avaliação, onde você conseguiu se destacar mais?

- Minha primeira passagem no Goiás foi muito boa, acabei indo para Grécia, mas não me adaptei. No Corinthians eu cheguei em 2008 e estava a maior pressão porque o clube tinha caído, mas fizemos um ótimo ano. No Náutico e no Sport eu também fui bem e no Náutico eu consegui o acesso. Acredito que fui bem por onde passei, mas por ser torcedor do Goiás, coloca ele aí.

Quando não está jogando, o que você gosta de fazer. Como é Eduardo Ramos fora das quatro linhas?

- Sou um cara muito tranquilo e muito família. Sempre que posso estou com minha esposa e com alguns amigos. Sou um cara sossegado e, às vezes, bastante tímido. Não gosto muito de aparecer.

Mas quando vai se divertir quais os lugares que você gosta de frequentar?

- Hoje sou muito mais de ficar em casa e aproveitar uma noite bem dormida. Quando estou de férias gosto de ir para Goiás e fazer churrasco com minha família e meus amigos. Já gosto de carne e arrumei um sogro que mexe com isso. Aí um dia é churrasco e no outro também.

Durante uma entrevista coletiva você falou para que os torcedores e jornalistas não lhe chamassem mais de cachaceiro porque não bebia há muito tempo. Porque você fez questão de afirmar isso?

- Porque faz muito tempo que eu faço questão de não sair. Às vezes até me encontro com alguns amigos e tomo um chopp. Mas isso é algo que todo mundo faz. Hoje prefiro estar em casa, com minha esposa.

Então essa a fama de que gosta da noite é algo injusto, isso nunca aconteceu?

- Para ser bem honesto isso ocorreu em 2010. Poucas pessoas sabem, mas eu me divorciei da Sarah e passei esse ano só e foi muito difícil onde passei por algumas dificuldades por conta disso. Aí eu realmente saia muito e fiz algumas coisas erradas porque não soube lidar com a situação. Mas ano passado eu já evitei sair ao máximo e este ano estou muito caseiro.

Hoje como está sua vida com sua esposa?

- Estamos muito bem e espero que isso dure para sempre. A Sarah é minha companheira é a pessoa que me apoia em tudo e que eu espero estar junto para o resto da vida. Sarah é a mulher da minha vida

Você disse que sua separação provocou algumas atitudes erradas e com a volta do casamento tudo mudou. Mas a chegada do Waldemar Lemos também contribuiu para uma mudança no seu comportamento?

- Claro. O Waldemar conversa muito com todo mundo e ajuda muito. Ele conseguiu colocar na minha cabeça que eu não posso estar satisfeito com nada e sempre querendo mais. O Waldemar é uma pessoa querida por todo mundo e que ajuda todos.

Com vários times na sua carreia, qual treinador você escolheria como o melhor treinador que você já trabalhou?

- Olha, o Mano Menezes é um baita treinador, que tem o estilo parecido com o Waldemar. Trabalha muito, cobra muito e ajuda muito. O Waldemar é muito bom e me ajuda bastante. Mas o que eu mais gostei foi o Antônio Carlos Zago. Ele foi meu diretor no Corinthians e meu treinador no São Caetano. É um baita treinador e virou um grande amigo meu.

Voltando aos assuntos polêmicos, em 2011 aconteceram dois episódios que lhe deixaram marcados. A questão de um suposto suborno do Sport, e o fato de você ter queimado um boné de uma torcida rubro-negra durante a comemoração do acesso. O que aconteceu nessas situações e o que você aprendeu com isso?

- A questão do suborno eu nem posso falar muito porque não tive muita participação nisso. Foi uma situação que ocorreu entre algumas pessoas e eu acabei me metendo no meio. Agora sobre o que eu fiz com o Kieza, me arrependo bastante. Pensei muito depois e vi que aquilo poderia ter gerado uma série de situações violentas. Aí fiquei muito mal porque existem famílias que vão ao estádio e poderiam sofrer pelo que eu fiz. Eu me arrependo até hoje e peço desculpas.

A torcida do Náutico é muito exigente e você acaba sendo um dos principais alvos. Seja para elogiar ou criticar, seu nome é sempre um dos favoritos. O que você acha disso?

- Torcedor é assim mesmo. Não tem que estressar. Quando ganha, aplaude. Quando perde, vaia. O que me irrita é quando ganhamos e somos vaiados. Mas de dez torcedores quatro realmente entendem de jogo. O resto vai mesmo para extravasar os problemas e gritar para aliviar as coisas do dia. Então, não podemos nos deixar levar por isso.

Porque você acredita que pegam tanto no seu pé?

- Não sou um jogador que vai para dar carrinho e me jogo na frente das bolas. Sou um cara mais técnico e que procuro o ataque. E às vezes os caras gostam mais de um carrinho do que um passe para o atacante fazer o gol. Mas isso é normal. Eu também recebo muito carinho dos torcedores do Náutico.

Em 2011, o Náutico conquistou o acesso, mas foi mal no Pernambucano. Qual o principal objetivo nesta temporada, ser campeão estadual ou fazer uma boa Série A?

- Lógico que todo mundo quer ser campeão, mas acredito que temos que manter o clube na Série A. Fazer uma boa campanha e ficar bem na tabela.

Por: Elton de Castro/Globo Esporte Recife
Foto: Elton de Castro

21 respostas a ENTREVISTA

  1. Bruno Marinho disse:

    Tem que ter outro meia sim pra dividir a criação com ele.

  2. michell freitas disse:

    Ainda bem que a mulher dele esta de volta e com todo o respeito entendo agora o porque de sua tristeza,mais isso é passado.
    Boa sorte Eduardo vamos DOMINGO queimar é o rabo da leoa do mangue.

  3. paulo ricardo- disse:

    valdemir vc sim conhece futebol.so tem eduardo ai os caras marcam em cima se tivesse outro jogador para ajudalo ele arrebemtaria com qualque time por que ele e o maestro e sempre sera vcs vao ver domigo

  4. paulo ricardo- disse:

    eduardo ramos vc e um baita jogador so vou aos aflitos pra te ver jogar vc joga bonito cara .olha cheguei no jogo nautico e araripina se nao me engano quando anuciaram que vc nai ia jogar fui embora parabens .cara vamos vencer a coisa gol seu valeu cara

  5. JÚLIO DE LEMOS disse:

    SENHORES E SENHORAS,

    QUER QUEIRAMOS OU NÃO; GOSTEMOS OU NÃO, EDUARDO RAMOS É PEÇA FUNDAMENTAL, SIM, NESSE NOSSO TIME!

    ESPECIALMENTE DEPOIS DO QUE OCORREU COM CASCATA.

    CLARO, NÃO DEVEMOS FICAR CALADOS CASO HAJA ALGUM “DESCOMPASSO” DA PARTE DELE.

    NO ENTANTO, PRECISAMOS APOIÁ-LO, APLAUDI-LO, POIS ELE ENVERGA NOSSO “MANTO SAGRADO VERMELHO E BRANCO”, A INDUMENTÁRIA MAIS BONITA DO FUTEBOL PERNAMBUCANO E UMA DAS MAIS BONITAS DO MUNDO!!!!!!

    ALGUÉM CONTESTA??????

  6. marcelo delmiro disse:

    calma naçao alvirubra esse cara e deferenciado dos outro tem o estilo propio. a culpa de todo isso e da nossa deretoria que nao contrato um jogador para devide a responsabilidade com e.r presta atençao no jogo de domingo contra acoisa vamos sofre de novo com muita marcaçao emcima dele pontape desleal.enquanto isso paraiba joga livre e souto.

  7. Daniel Almeida disse:

    Eduardo Ramos está apenas sendo inteligente. o caso do suborno sujou seu nome e o mercado fechou. A saída é jogar aqui. Bom salário e pronto. Para evitar confusão basta ficar longe do papai.

  8. jose murilo gomes da silva disse:

    NÃO CONFIO EM EDUARDO RAMOS, MAS INFELIZMENTE ELE É O JOGADOR MAIS QUALIFICADO DESTE MEIO CAMPO E O ÚNICO TAMBÉM, PORQUE O RESTO NÃO CRIA NADA, O QUE QUER DIZER, QUE BASTA O ADVERSÁRIO COLAR UM MARCADOR NELE, QUE ACABOU A CRIATIVIDADE DO NÁUTICO.
    TEM GENTE QUE NÃO SABE DESTINGUIR QUANDO UM JOGADOR ESTÁ SE ESCONDENDO DO JOGO E QUANDO ELE ESTÁ SENDO BEM MARCADO.
    TEM JOGOS QUE EDUARDO SE ESCONDE, MAS TEM JOGOS QUE FAZEM MARCAÇÃO INDIVIDUAL NELE.

  9. Nildo Gomes disse:

    Esse time do Náutico pode até ganhar da Coisa mas, não passa e nem passará mesmo vencendo o clássico ou sendo campeão pernambucano nenhuma confiança para a série A. Se quizer se manter na divisão de elite e lutar por alguma coisa melhor terá que contratar uns três nomes de destaque ou que já tenham sido. Tenho dito!

  10. EU NUNCA VI ADEMIR DA GUIA DAR UM CARRINHO, MAS, TAMBÉM NÃO O VIA PERDER BOLAS INFANTIS NEM APERENTE DESINTERESSE NO JOGO, COMO ACONTECEU ATÉ HOJE QUANDO O EDUARDO JOGA CONTRA O SPORT. COM EXCESSÃO DAQUELE JOGO QUE PERDEMOS DE 2X0 E O JUIZ DEIXOU A COISA BATER ATÉ NO VENTO. NAQUELE JOGO EDUARDO RAMOS FOI CAÇADO O TEMPO TODO.

  11. Ezequiel Medeiros disse:

    Meu Deus,meu Deus,meu Deus…o que será do meu nautico?-Nunca vi um time tão ruim quanto esse!Jogadores sem qualidade,tecnico sem titulo e torcida achando que tem o melhor time da vida.

    • Ricardo (Recife) disse:

      Caro Ezequiel nossa torcida é INOCENTE. Tens alguma dúvida??? Temos de falar isso sempre e colocar nossas opiniões nesse site, já que vivemos uma democracia nesse país. Com as espécies de dirigentes que temos a mais de 4 décadas infiltrados no clube, não vamos a lugar algum. Tenha certeza disso.

  12. Trajano disse:

    Mesmo esse rapaz se escondendo do jogo em algumas partidas, ele é sem dúvida o jogador mais qualificado deste time, o único que tem tranquilidade e qualidade com a bola nos pés, para armar nossas jogadas de gol. Neste jogo passado ficou provado, que sem ele, o Náutico fica totalmente sem criatividade !

    • Aurélio disse:

      PARA MIM BASTAVA SE ESCONDER DE UM JOGO PARA CAIR FORA, QUANTO MAIS DE ALGUNS JOGOS.

      100 MIL PARA SE JOGAR DE ENCONTRO AOS ADVERSÁRIOS, CAIR E FICAR COM CARA DE CHORÃO PARA O ÁRBITRO.

  13. Eduardo Dias disse:

    EDUARDO RAMOS AO LADO DE SILOÉ E ELICARLOS SÃO OS ÚNICOS JOGADORES DO NÁUTICO QUE DEMONSTRAM HABILIDADE NA PROTEÇÃO, CONDUÇÃO DE BOLA E DRIBLES, OS DEMAIS SÓ FAZEM TOCAR DO LADO E SE LIVRAR DA BOLA.

  14. Valdemir disse:

    Ninguém vê que ele é o mais marcado !

  15. José Firmino disse:

    Concordando com Ricardo(Racife) a respeito do Eduardo Ramos em genero numero e grau. Mesmo assim faço um último pedido ao atleta E.Ramos, pelo amor de Deus cara! faz eu queimar minha lingua neste próximo jogo com a koisa. Não é possivel que você vai se esconder de novo! Mostra ao menos 10% da raça de Derley que já me dou por satisfeito .

    • Ricardo (Recife) disse:

      Caro José Firmino, as críticas precisam serem colocadas no tempo certo. Mais isso não significa que torçamos contra Eduardo Ramos. O que queremos é que ele seja pelo menos um cabra macho dentro de campo e não se escondo do jogo principalmente contra a Coisa d Ilha do Mangue. O mínimo que esse jogador de futebol tem de ter é RAÇA, para justificar seu alto salário. Eu só espero sinceramente é que ele não esteja sempre comprado pela COISA. Aí meu amigo, esquece.

  16. Aurélio disse:

    POIS É!!!!!!

    E EU QUE DECLINEI DE SER JOGADOR PROFISSIONAL DE FUTEBOL PARA ME FORMAR EM ENGENHARIA.

    PASSANDO PARA AGORA, ESTARIA FATURANDO 100 MIL POR MES E NÃO 84 POR ANO.

    • flávio disse:

      Aurélio eu tb me formei em engenharia e concordo com vc!!! Esse chupa sangue vai se esconder de novo Domingo, enquanto os Derley, Ely Carlos, Souzas e Siloés da vida jogam por ele.

  17. Ricardo (Recife) disse:

    Ô Eduardo Marica Ramos, tá na hora de começar a jogar como cabra macho. Para mim voce é um convarde e chupa sangue. Por mim voce já estava fora do Nautico a muito tempo. Pena que não temos ninguém melhor que voce para substituí-lo. Eu diria que voce é o menos ruim.
    Mais uma coisa voce deveria ter: RAÇA. Isso lhe falta.
    Contra a COISA DA ILHA DO MANGUE parece mais que voce não está em campo. Tais com os salarios atrasados? Acho que não. Mesmo que estivesse, o minimo que um jogodor de futebol tem de ter é raça, mesmo que seja grosso.
    Proximo classico é sua chance de recuperar seu prestigio de bom jogador de futebol.

Deixe uma resposta para flávio Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


+ 8 = 15

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>