Cuidado especial com a arbitragem

Por: Fernando Veras, Equipe NauticoNET

Terça-feira, 18 de Outubro de 2005. Em todos os jornais sai a notícia de que o árbitro de futebol Edilson Pereira fora banido do futebol. Antes mesmo dessa máfia da arbitragem no futebol, os pernambucanos já viviam um drama semelhante.

Tanto em jogos locais quanto em jogos fora do estado, os árbitros prejudicam os clubes de Pernambuco. Faltas invertidas, pênaltis não marcados ou marcados indevidamente, impedimentos, cartões e súmulas amedrontam os jogadores, comissão técnica e diretoria.

Trazendo essa história para o lado do Náutico, a arbitragem vem mostrando que é incompetente acima de tudo e mal intensionada. No Campeonato Brasileiro série “B” está claro que o clube não é a preferência de classificação de nenhuma empresa grande, talvez os clubes de São Paulo e o Grêmio sejam mais viáveis economicamente. Desde a primeira fase do campeonato que o alvirrubro vem sendo prejudicado, na segunda fase não foi diferente e na fase final não será.

Através da política, o Timbu precisa se impor para evitar esse tipo de problema, porque faltas podem virar pênaltis e dar em expulsão indevida. Apesar de o Náutico estar jogando o suficiente para vencer os times e os árbitros, tem que ter um cuidado especial, principalmente agora, na fase derradeira da competição, onde todas as atenções estão viradas para os quatro times.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


4 − = 2

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>