Para quem não acreditava: Náutico nas quartas-de-final

Por: José Gomes Neto

Para quem não acreditava, o Náutico está nas quartas-de-final da Copa do Brasil 2007! Na insofismável vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians, no Pacembu, a equipe comandada por Paulo César Gusmão mostrou qualidades como futebol solidário e espírito competitivo. A aplicação técnico-tática convenceu ao mais cético alvirrubro de que é possível sim pensar em seguir firme rumo ao título nacional.

A classificação conquistada fora de casa credencia o time a contar com o apoio maciço da torcida, que tem obrigação moral de lotar os Aflitos na próxima quarta-feira, na primeira decisão contra o Figueirense. Sem querer menosprezar o time catarinense, mas o Náutico será o primeiro time de Série A que o Figueira encara nesta competição.

Conforme eu havia dito na coluna anterior, vá tentar entender o futebol… Ma minha equivocada análise – e ainda bem que assim ocorreu – o Náutico teria perdido a classificação quando empatou por 2 a 2 contra o time paulistano no primeiro jogo, em casa. A postura defensiva, até mesmo submissa, determinou aquele resultado que considerei como negativo.

Mas o que vimos em São Paulo foi um time com garra, espírito de luta, disposto a reverter a pseudo vantagem do Alvinegro, decantada aos quatro ventos pela imprensa local e paulista. Todos os jogadores, sem exceção, estiveram motivados e atentos para trazer a classificação para Recife.

Há tempos que o Timba devia uma apresentação como aquela, em se tratando de jogos fora do Eládio de Barros Carvalho. Na vitoriosa campanha da Série B de 2006, nas duas únicas vitórias fora de casa, contra CRB e Gama, as atuações não chegaram nem aos pés do que foram os históricos 90 minutos do Pacaembu.

A resposta positiva só poderia ser dada dentro das quatro linhas. De nada adiantaria ao Náutico dirigentes se promovendo nos veículos de comunicação e enchendo lingüiça para anestesiar os torcedores com falácias e o time não corresponder em campo. Aliás, como aconteceu com um determinado time aqui na cidade.

O momento é de dar credibilidade ao treinador e aos jogadores alvirrubros. A diretoria deve continuar a trabalhar duro para contratar os reforços e também a manter o equilíbrio financeiro e, assim, garantir um bem-estar para o crescimento harmônico do futebol do Clube Náutico Capibaribe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


− 2 = 5

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>