RITMO

Hélio dos Anjos elogia intensidade do Náutico contra Vitória-PE, mas vê queda de ritmo no fim
Técnico afirmou que Timbu fez boa partida e compreendeu que os jogadores tenham “baixado guarda” na segunda etapa

A postura do Náutico na goleada por 4 a 1 sobre o Vitória-PE, neste sábado, pela quarta rodada do Campeonato Pernambucano, agradou ao técnico Hélio dos Anjos. Sobretudo no primeiro tempo. O técnico elogiou muito a intensidade da equipe, que matou a partida nos primeiros 45 minutos e entendeu a baixa no ritmo da etapa final.

- Gostei da minha equipe no primeiro tempo. Ela foi altamente contundente em relação ao que treinamos, o que fizemos. Aquele gol de Jean é treinado, nossa marcação alta é treinada. Foram duas vezes nesta semana, com várias situações. Me dá uma satisfação muito grande. A mobilidade do meu meio-campo com a bola, gostei muito. E o meio foi muito importante nessa marcação. Fizemos um jogo acima da nossa necessidade e até mesmo da nossa obrigação.

Para o técnico, o desempenho do time caiu no segundo tempo. Ele cobra para que isso não aconteça, mas entende as razões para isso, além de explicar que o Vitória-PE foi também responsável por um ritmo mais lento na etapa final.

- O que me preocupa é não fazer resultado. O vestiário no intervalo foi de aumentar número de gols, de não deixar cair, mas é uma realidade que você tem de aceitar o time baixar um pouco. O adversário quebrou o ritmo do jogo, picotava, o goleiro caía, toda hora um jogador caía. Mas realmente a intensidade foi mais baixa. Se tivesse que apertar o pé, apertaríamos, mas não fico satisfeito com isso.

Matéria: https://globoesporte.globo.com/pe/futebol/times/nautico/noticia/helio-dos-anjos-elogia-intensidade-do-nautico-contra-vitoria-pe-mas-ve-queda-de-ritmo-no-fim.ghtml
Por: Globo Esporte
Foto: Caio Falcão/Comunicação Náutico

2 respostas a RITMO

  1. Edson J disse:

    Será que só alguns amigos e eu próprio notamos que, quando Jean Carlos é substituído, o ataque cai de produção?
    Seria bom que a diretoria também notasse. Isso afastaria o perigo de liberá-lo por qualquer trocado, sem antes contratar um substituto à altura. O que realmente importa, a Série B, daqui a pouco começa. E, por exemplo, estamos sem zagueiros.

  2. JOÃO GREGÓRIO DE ARAÚJO disse:

    CONHEÇO O VINÍCIUS DESDE QUANDO ELE TINHA 16 ANOS, JOGANDO NA BASE DO PALMEIRAS. O CLUBE TINHA UMA NECESSIDADE ENORME EM REVELAR ALGUM JOGADOR NAQUELA ÉPOCA. ENTÃO, RESOLVERAM LANÇÁ-LO, MAS NÃO DEU RESULTADO. DEPOIS SAIU ANDANDO PELO MUNDO AFORA, E QUANDO O KLEYNA ASSUMIU, EU TREMI DE RAIVA, POIS ELE PEDIU O VINÍCIUS, E EU DISSE AQUI EM CASA : ….” AÍ ESTÁ A FOME COM A VONTADE DE COMER ” UM PÉSSIMO TÉCNICO, E UM JOGADOR QUE TEM ESTATURA, FÍSICO, UMA HABILIDADE DE RAZOÁVEL PARA BOA, MUITA VONTADE DE ACERTAR, MAS COMO VONTADE SÓ NÃO BASTA, TEM QUE TER VONTADE, DESEJO, META E DETERMINAÇÃO, PARA FAZER GOL. ISTO ELE NUNCA TEVE, E CONTINUA COM, ACREDITO QUE NO MÁXIMO UNS 16 OU 18 GOLS EM TODA SUA CARREIRA.TORÇO PARA QUE ELE DESANDE A MARCAR GOLS, MAS ISTO DEPENDE MUITO DO TÉCNICO QUE O ORIENTA. PRECISA FAZER UM TRABALHO PSICOLÓGICO SERÍSSIMO, PARA QUE ELE POSSA SUPERAR ESTE PROBLEMA. JÁ SUJERI QUE ELE PASSASSE A DAR MAIS ASSISTÊNCIAS, MAS DEPOIS DESSE DOIS QUE MARCOU, VAMOS AGUARDAR, PARA VER SE ELE DESLANCHA DE VEZ. EU QUE SOU UM FERRENHO CRÍTICO DELE, TORÇO PARA QUE ELE SE SUPERE !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


1 + = 5

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>